Colunista Ronara Lasmar comenta sobre a importância do 2° CNMA

POR QUE VALEU A PENA IR AO 2° CONGRESSO NACIONAL DAS MULHERES DO AGRONEGÓCIO?

Foi minha primeira vez neste congresso e tive dúvidas quanto a ir em um evento voltado somente para mulheres, pois sou a favor da liderança por competência, não por gênero. Mas eu me surpreendi com o evento e gostaria aqui de dividir com vocês as minhas percepções. 

ORGANIZAÇÃO: tudo estava muito bem organizado, poucos stands, mas muito bem distribuídos no espaço. Detalhe: Além de stands Agro, havia também um stand de maquiagem e um de semi-jóias. Achei muito bacana a proposta de quebra de paradigma;

SOM E IMAGEM: foi dada muita atenção ao som e imagem nos telões, pois estavam impecáveis! Se percebia a alta qualidade, não houve nenhuma falha (pelo menos perceptível ao público) e haviam vários microfones a disposição da plateia na hora das perguntas;

ALIMENTAÇÃO: além de uma excelente comida, não faltaram doces nas mesas, além de sucos e frutas a vontade.  

Enfim, percebi a forte presença da “gestão dos detalhes” e o carinho com que tudo foi preparado para receber mais de 1.000 mulheres do agronegócio. Além disso:

KELLEN SEVERO e JOSÉ LUIZ TEJON: a simpatia e atenção dos dois me chamaram atenção, assim como, todos os outros palestrantes, que estavam acessíveis durante todos os intervalos;

REENCONTROS: Alessandra Decicino, a Mariana Antunes (que eu somente conhecia por telefone e e-mail), clientes de regiões que eu trabalhei no passado, colegas de profissão, etc. Essa é uma parte muito gostosa dos congressos e com este não foi diferente;   

NETWORKING: Conheci muitas mulheres interessantes, em especial, as meninas da Coplana (Cooperativa de Jaboticabal/SP).  Eu fiquei encantada com as histórias, com a fortaleza, empreendedorismo, coragem dessas meninas. Quantas líderes haviam ali…

GERAÇÕES: haviam mulheres de 20 a 60 anos na plateia e para mim ficou claro que a liderança feminina sempre existiu e foi marcante. 

Se eu não tivesse ido ao evento não teria descoberto que as mulheres do agronegócio não querem privilégios, ao contrário do que eu imaginava. Elas lideram por competência e sempre lideraram, haja vista o encontro de tantas gerações diferentes e tantos “cases” de sucesso. Hoje a tecnologia facilita a comunicação e o engajamento proporcionando um encontro tão grandioso.

É como se reuníssemos várias amigas para dividir as experiências e assim inspirar e sermos inspiradas pelas histórias umas das outras. Tenho certeza que cada mulher que estava ali tem muito para dividir. E essa energia é difícil de descrever… Você terá que ver com seus próprios olhos e sentir com o seu próprio coração.

Então, nos vemos em outubro de 2018!
Grande abraço!

Ronara Santos Lasmar
Agrônoma, Mentora e Coach de Carreiras Agro

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Redes Sociais
Nossa História

Fundado em dezembro de 2015, o portal Mulheres em Campo é o primeiro site voltado ao desenvolvimento da mulher no agronegócio. Líder neste segmento há quase 3 anos, o portal vem conquistando espaço perante o setor agrícola e pecuário brasileiro. Atualmente conta com apoio de empresas de renome e é o único portal voltado para mulheres que realiza a cobertura do Congresso Nacional das Mulheres do Agronegócio.