Como conciliei o mestrado com a maternidade?

Posted On By admin

Durante a graduação fazemos planos e trabalhamos para que eles sejam concretizados. Ao longo do curso de zootecnia percebi que a minha área de interesse era pouco direcionada e aprofundada, então me dediquei e busquei o mestrado.

Depois de toda a dedicação, estudo e batalha consegui o que sonhava: ingressar no mestrado, na área que eu tanto queria e com um bom professor como orientador. Estava radiante e me sentindo vitoriosa, ao mesmo tempo um banho de água fria, eu acabava de descobrir minha gravidez, senti que tudo o que havia conseguido estava perdido mas me sentia emocionada, ia ser mãe, afinal eu já não era nova e “já estava passando da idade de ter um bebê”, assim as senhoras me falavam.

Eu sabia que ia ser difícil, mas com o apoio unânime do meu marido, família e orientador decidi seguir em frente, não seria fácil deixar um bebe em casa e frequentar aulas, fazer experimentos, estudar e participar de atividades, também sabia que a chegada dele mudaria a minha vida completamente.

E realmente mudou tudo, os horários são regrados, tudo deve ser planejado e sempre ocorrem imprevistos, a dedicação ao curso é diferente, aprendemos a dividir nosso tempo e mudamos nossas prioridades. A faculdade sempre foi o mais importante para mim e hoje não é mais.

Priorizar o filho não é questão de discussão mas algumas estratégias para facilitar devem ser adotadas, aproveitar as folgas quando o bebê está dormindo, alguns minutinhos entretidos com brinquedos, quando ele ainda fica no carrinho quietinho. Para as mães que recebem ajuda fica um pouco mais fácil, vale a pena investir em uma babá. Ajuda nunca é demais, até mesmo para as mães que não estudam.

Ao longo dos meses as coisas melhoram aprendemos a dividir melhor o tempo, ficamos mais eficientes e práticas e o bebê fica cada dia mais independente da mãe. O mestrado não tem tantas aulas como a graduação e quem planeja os dias das análises do projeto é você e o orientador. Acredito que seguir a pós é mais fácil que a graduação, devido ao número de aulas. 

A maioria das mulheres pensam em ser mãe e ao mesmo tempo pensam em sua independência financeira, carreira e trabalho, conciliar tudo é complexo, porém é a realidade de muitas delas, por isso a cada dia buscamos nosso espaço e reconhecimento diante das dificuldades, e, devemos lutar para vencermos e não desistir quando surgirem obstáculos.

Ser mãe e mestranda não é uma tarefa fácil, mas se realmente é um desejo devemos batalhar para alcançar, tudo deve ser pensado e equilibrado, afinal o bebê requer cuidados e deve ser além de tudo, amado. Conciliar os dois é uma tarefa difícil? Penso que a pós graduação pode ser adiada e daqui uns anos retomada, mas cada fase do bebê é única e jamais irá voltar, ela deve ser curtida sempre, afinal ser mãe é uma das melhores coisas que podemos desfrutar em nossas vidas. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Redes Sociais
Nossa História

Fundado em dezembro de 2015, o portal Mulheres em Campo é o primeiro site voltado ao desenvolvimento da mulher no agronegócio. Líder neste segmento há quase 3 anos, o portal vem conquistando espaço perante o setor agrícola e pecuário brasileiro. Atualmente conta com apoio de empresas de renome e é o único portal voltado para mulheres que realiza a cobertura do Congresso Nacional das Mulheres do Agronegócio.