Software na gestão do agronegócio, como escolher?

Posted On By admin

Com a profissionalização da atividade agropecuária torna-se cada vez mais importante otimizar a utilização de recursos, desta forma, softwares na gestão do agronegócio dos mais diferentes tipos e propósitos vem surgindo com este objetivo, e é importante avaliar se estes realmente suprem as reais necessidades da atividade em questão.

MEU AGRONEGÓCIO PRECISA DE UM SOFTWARE?

Muitos produtores ainda associam softwares voltados ao agronegócio a ferramentas de difícil usabilidade e que são engessadas, não atendendo às reais necessidades de suas atividades.

Vale ressaltar que ferramentas antigas e manuais não são sinônimos de resultados negativos, contudo, apresentam limitações frente à tecnologia, Softwares trazem inúmeros benefícios comuns advindos da tecnologia (não é à toa que os setores mais digitalizados são os com maiores rentabilidades), sem contar com seu diferencial propriamente dito. 

Os benefícios incluem: acurácia dos dados, rapidez no processamento de dados, melhoria na granularidade das análises, atualização em tempo real, conexão com outros serviços, o que leva ao barateamento e sofisticação da gestão como um todo. Não à toa, as médias e grandes empresas do Brasil já despendem mais de 7% do faturamento em sistemas de tecnologia da informação, segundo a FGV (Fundação Getúlio Vargas).

Uma saída que diversas fazendas encontraram é a utilização de um grande software amplamente consumido no território nacional, o Microsoft Excel®, para gestão operacional, tática e ainda estratégica. Este é um software excelente, com diversas funcionalidades e personalizável (até certo ponto) para todas atividades.

O fato é que esta ferramenta pode se apresentar muito útil, mas requer um alto nível técnico e não descarta erros manuais de construção de planilhas. Além disso, são necessários sólidos conhecimentos em administração para elaboração de planilhas que tragam dados de alta relevância para o agronegócio, como por exemplo, o retorno sobre capital empregado. O excel é uma ótima ferramenta para análises simples e rápidas.

MAPEAMENTO DE SOFTWARES DE GESTÃO EXISTENTES

Existem diversos tipos de programas, cada um desenvolvido para um leque de atividades ligadas ao agronegócio. O ponto é que softwares tem diferentes objetivos, ou seja, são desenvolvidos para diferentes propósitos que muitas vezes não atendem a todas as exigências do agronegócio.

Pensando nisso a Perfarm elaborou um mapa ilustrativo, classificando alguns tipos de programas comumente encontrados nas fazendas brasileiras quanto às suas áreas de atuação e propósitos. É importante lembrar que este é um estudo que oferece uma estrutura de avaliação de softwares. Existem muitos programas que se enquadram entre as categorias e compartilham características entre os ilustrados.

Software de Gestão de Fazendas

SOFTWARES DE PRODUÇÃO OU DE GESTÃO? 

São diversos os softwares recentes focados na produção agrícola e pecuária. Assim como outros softwares, o potencial de impacto no setor é enorme. Classificamos esses softwares em duas grandes categorias: aqueles que visam recomendações de uso variável de insumos e aqueles responsáveis pelo armazenamento de informações de campo.

Todavia, estes não são considerados softwares de gestão, uma vez que fornecem uma visão restrita de uma parte da produção quando comparados a softwares que abrangem todas as áreas do negócio. Softwares com apuração de índices agronômicos e zootécnicos junto à apuração de certos custos da produção são considerados softwares de Gestão da Produção, diferentemente de Gestão da Fazenda ou do Agronegócio, e serão discutidos adiante.

Softwares relacionados ao uso variável de insumos são analíticos e buscam a predição exata do insumo que deve ser aplicado a uma ou outra mancha de solo, ou fornecida a um ou outro animal, entre outros. Estão intimamente ligados a agricultura e zootecnia de precisão. Compreendem softwares de predição de produtividade, mapeamento de solos, diagnósticos por imagem, entre outros.

Os softwares de armazenamento e controle de dados também são, muitas vezes restritos a um outro ativo ou recurso empregado no processo produtivo: sejam eles estoques, máquinas, lavouras, rebanhos, entre outros. São associados a cadernos de campo para registro de atividade, controle individual de rebanhos, ligados a silos ou instalações de armazenamento, ou ainda ao registro de máquinas

DIRETO DO CAMPO: SOFTWARES DE GESTÃO PRODUTIVA 

Softwares de Gestão da Produção são alimentados com dados (automaticamente ou manualmente) técnico-produtivos, que são analisados e utilizados para facilitar a tomada de decisões produtivas. A gestão eficiente é caracterizada pelo planejamento futuro da produção, ponto fundamental para que um software de armazenamento de dados seja considerado um bom software de Gestão da Produção.

É importante destacar que o planejamento tem mais relevância para a tomada de decisão do que análise do histórico da produção. Esse último por sua vez, é um ótimo começo para elaboração de planejamentos de sucesso.

Estes softwares são úteis para determinar quais as variedades ou tipos de cultivares ideais para o plantio. Quais as datas para realização da atividade. São extremamente relevantes para o melhoramento genético de rebanhos, entre outras.

Softwares de gestão da produção carecem, no entanto, da visão holística do agronegócio. Por serem focados em uma ou outra atividade agropecuária, eles não oferecem flexibilidade necessária para a avaliação daquela atividade que maximiza o retorno sobre o capital empregado, ou a terra.

A VISÃO DE LONGO PRAZO: SOFTWARES DE GESTÃO ESTRATÉGICA

É aí que entram os softwares de gestão estratégica. Fornecem a mais ampla visão e análise de todas as gestões, com enfoque nas decisões que visam à maximização de retornos econômicos no longo prazoSoftwares de gestão estratégica podem ser focados no agronegócio como um todo, onde abrangem todas as categorias, ou seja, analisam todos os dados de forma conjunta e elaboram cenários.

É importante ressaltar que comumente ao abranger a totalidade do agronegócio, decisões específicas podem ser tomadas em prol do todo. Exemplificando sua importância, pode acontecer do ganho de peso ótimo de um rebanho apontado pelo planejamento estratégico diferir dos apontados por softwares de gestão da produção, ou do planejamento técnico-produtivo, visto que estes últimos não consideram todos os fatores que tem impacto na rentabilidade econômica do todo.

Um software de gestão estratégica necessariamente integra todas as áreas do agronegócio: agrícola, pecuária, terras, estoque, pessoas, máquinas, instalações, preços, entre outras. O software não realiza necessariamente a gestão individual de cada um desses recursos, mas definitivamente extrai informações desses componentes da gestão.

Esta categoria de softwares pode também atuar em áreas específicas, realizando o planejamento de longo prazo para tais à medida que permite a entrada/puxa os dados de sistemas técnico produtivos.

FINANÇAS E CONTABILIDADE: SOFTWARES DE GESTÃO FINANCEIRA

Outra categoria de softwares de gestão encontrados no agronegócio é a de gestão financeira. Programas como estes utilizam bases sólidas de finanças, apontando com precisão custos, gerando relatórios contábeis, gerindo folha de pagamentos entre outros.

Além de fornecerem total visibilidade financeira e produtiva aos acionistas do agronegócio, estes programas também auxiliam no encurtamento entre financiamentos e agronegócios, por meio de melhores relatórios apresentados aos credores do setor, avaliação da capitação de recursos entre outros.

Softwares deste tipo normalmente se comunicam com outras áreas, mas tem foco na gestão financeira do agronegócio, o que pode caracterizar pontos fracos para elaborações mais táticas ou operacionais em outras áreas do negócio.

FATORES EXTERNOS: SOFTWARES DE GESTÃO COMERCIAL

Classificamos nesta categoria, softwares que se relacionam com mercado e fatores externos à produção, mas que tem impacto direto na mesma, habitando, portanto, a categoria de gestão comercial. Estes são comumente alimentados com dados climáticos, relatórios de preços e podem estar conectados diretamente a serviços de mercado.

Seu propósito facilita a escolha da época de vendas de produtos acabados, compra de insumos entre outros. Seus benefícios são maximizados quando aliados à gestão das demais áreas, visto que em sua maioria (com exceção da estratégica do todo) realiza-se a gestão de fatores internos de produção, enquanto esta categoria de softwares é focada aos fatores externos.

CUSTO TOTAL DE ADOÇÃO DE UM SOFTWARE

Muito foi discutido em relação aos tipos e devidos benefícios dos diversos softwares do agronegócio (seja este de gestão ou relacionado à ela), contudo a decisão de adotar um ou outro ainda deve ponderar outro fator, o custo total de se ter o software.

 Uma grande ponderação que deve ser feita antes de se adotar um software, é o quanto este vai custar para que se tenha todos os benefícios prometidos.

Infelizmente, nos dias de hoje uma enorme quantidade de softwares (principalmente voltados ao agronegócio) exige diversos custos extras para explorar na íntegra o que se oferece. Isso acontece, pois muitos destes exigem capacitação de pessoas para sua utilização, custos de implementação e migração de sistemas antigos para novos, servidores pagos para armazenamento de dados, taxas extras referentes à assistência técnica entre outros custos, que são “indiretos” à utilização do software.

Dito isso, é importante avaliar os custos totais de adoção de um software juntamente aos benefícios e diferenciais por ele trazidos.

A Perfarm viu a necessidades no agronegócio e das empresas rurais, avaliou os custos totais da adoção de um software que integre gestão técnico-produtiva, estratégica, mercadológica e financeira e criou a Plataforma Perfarm, um software gratuito que além dos benefícios da gestão, engaja sua a equipe para usufruir dos benefícios de forma integral com resultados que certamente irão maximizar os retornos econômicos no curto e longo prazo.

Texto originalmente publicado e produzido pela Perfarm Gestão de Agronegócio, que é parceira de nosso site. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Redes Sociais
Nossa História

Fundado em dezembro de 2015, o portal Mulheres em Campo é o primeiro site voltado ao desenvolvimento da mulher no agronegócio. Líder neste segmento há quase 3 anos, o portal vem conquistando espaço perante o setor agrícola e pecuário brasileiro. Atualmente conta com apoio de empresas de renome e é o único portal voltado para mulheres que realiza a cobertura do Congresso Nacional das Mulheres do Agronegócio.